GPS   ::  3 Julho 2019

Como criar um bom perfil no Linkedin

Esqueça os anúncios de emprego tradicionais. Se está à procura de um novo cargo, de clientes (sendo profissional liberal) ou tem o objetivo de ampliar o seu networking, o Linkedin é o local ideal para o fazer.

O Linkedin é a rede profissional por excelência que o pode ajudar a alavancar a sua carreira. Atualmente é nesta rede que as empresas mais publicam oportunidades de emprego e recrutam potenciais colaboradores. Especialmente no meio empresarial e de tecnologia.

Por isso, ter um bom perfil profissional é fundamental se quiser chamar a atenção dos empregadores. Abaixo seguem os principais itens que deve ter em conta.

  • Perfil

Fale do seu percurso de forma clara. Refira o que estudou e, se fez especializações, especifique-as. Fale também da sua experiência profissional com as funções que já exerceu, onde e em que datas. Se possível, crie atalhos para essas empresas através do link das mesmas. Seja organizado na exposição dos seus skills. Identifique apenas as coisas mais importantes e atualize-o sempre que necessário. Idealmente coloque o perfil em Português e Inglês, assim está a aumentar a sua visibilidade na rede.

  • Fotografia

Por mais que se diga que a imagem não é tudo, a verdade é que ela conta e muito! É o nosso primeiro cartão de visita. Use fotos mais formais ou profissionais, com roupa adequada ao tipo de trabalho que pretende. Não ponha fotos de óculos de sol, em ambientes de festa ou com a família, a ideia é conseguir um emprego, portanto, não misture as coisas. Não adultere as suas fotos com photoshop ou retoques desnecessários, é importante que o reconheçam através da mesma. Se tiver oportunidade contrate os serviços de um profissional. Pode valer a pena.

  • Headline

O headline, ou título, é o lugar onde se pode apresentar, de forma breve, o mais importante sobre si. Inclua um ou dois cargos que poderá desempenhar, as áreas de especialidade e setor(es) de preferência.

  • Resumo

Aqui terá a oportunidade de dizer quem é, que funções pode desempenhar e quais as suas motivações profissionais. Pode partilhar também fotos de eventos profissionais importantes em que tenha participado. Inclua pelo menos cinco competências no seu perfil. Fale de outros cursos ou conquistas relevantes – cursos que fez, línguas que fala. Se fez ou faz voluntariado, refira-o.

  • Referências

No Linkedin, as pessoas com quem trabalhou podem dar referências suas. Solicite a quem o conhece e costume trabalhar consigo que o faça. As boas referências valorizam o seu trabalho e mostram a visão que os outros têm de si, sejam chefes, colegas ou fornecedores. Recomende também outras pessoas, é simpático retribuir o gesto.

Em suma o linkedin pode ajudá-lo e muito. Os números são impressionantes, por se tratar de uma rede social que visa fomentar e desenvolver contactos profissionais, já conta com 600 milhões de utilizadores em todo o mundo. Em Portugal não é exceção e já é uma das melhores formas de arranjar emprego.