Poupança   ::  10 Abril 2019

Comprar carro novo ou usado? Avalie a melhor opção

Hoje em dia o mercado oferece muitas opções na escolha de um automóvel. Uma das decisões que deve ponderar é entre comprar um carro novo ou usado.

Esta escolha é muito importante porque pode fazer toda a diferença nas suas finanças nos próximos anos. Comprar um carro não é um investimento. Os veículos desvalorizam assim que saem dos stands. O facto de pagar a pronto ou recorrer a crédito também pode influenciar a sua decisão final.

Vantagens de um carro novo

A vantagem de comprar um carro novo é que pode escolher exatamente o modelo que quer, na cor que gosta e com os acessórios de que não abdica.

Outra grande vantagem é que o carro novo traz uma garantia, ou seja, se tiver algum problema ou avaria, pelo menos nos primeiros dois anos, é o seguro que paga. Além disso a maioria dos carros terá, em princípio, poucos custos de reparação e manutenção enquanto é novo. Por vezes os concessionários também oferecem financiamento a uma taxa de juros mais baixa, caso faça um empréstimo para comprar o carro.

Outra vantagem é que os carros novos trazem tecnologia recente, o que significa que pode encontrar carros mais económicos em termos de consumo de combustível e com menos emissões de gases para o ambiente.

Se optar por um híbrido, a conta do combustível também pode reduzir bastante ao final do mês. Além disso os carros novos costumam trazer Bluetooth, GPS e outros dispositivos integrados que facilitam bastante a vida dos condutores.

Desvantagens de um carro novo

A maior desvantagem de comprar um carro novo é que perde dinheiro assim que o compra. A desvalorização é enorme. E é nos dois ou três primeiros anos que sofre essa depreciação. O que significa dinheiro que não será fácil de recuperar. Financeiramente, não faz muito sentido comprar um carro novo, a menos que tenha bastante dinheiro que não lhe faz falta para outras coisas.

Outra desvantagem é comprar um carro novo com um modelo acabadinho de sair. Ele pode ainda não estar testado o suficiente e dar uma série de problemas. Posteriormente esses carros tendem a ser melhorados pelas marcas, seja no motor ou através de um restyle. Quando isto acontece, os carros anteriores desvalorizam mais. Ao comprar um usado, pode informar-se primeiro sobre um modelo em particular e o seu desempenho no mercado.

Vantagens de um carro usado

A maior vantagem de comprar um carro usado é que não sente a depreciação do mesmo. Ou seja, pode vendê-lo praticamente logo a seguir por um valor idêntico ao que comprou. Já há boas opções de financiamento através dos bancos e o dinheiro que eventualmente paga a mais em juros, é compensado pela aquisição de um carro usado.

Quando compra um veículo em segunda mão é mais fácil economizar e pagar a pronto. Também pode analisar os relatórios dos consumidores e escolher um modelo que tenha um bom desempenho.

Outra vantagem é que, dependendo do modelo, as suas taxas de seguro podem ser menores num carro usado do que num novo. Se ainda está na casa dos vinte e tal anos e paga taxas altas de seguro por causa da idade, isso pode significar uma economia significativa.

Desvantagens de um carro usado

A maior desvantagem de comprar um carro usado é que ele pode não estar assim em tão boas condições e necessitar de mais manutenção do que você previu. O ideal é que compre um carro certificado através de uma concessionária. Como a tecnologia melhorou, os carros tornaram-se mais confiáveis ​​e muitos modelos não precisam de revisões até que estejam com mais de 30 mil quilómetros. Isso significa que você pode comprar um carro com três anos e vendê-lo em cinco anos, e talvez não seja necessário fazer grande manutenção. Além disso, pode vendê-lo a um preço muito próximo do que comprou. No entanto deve reservar algum dinheiro mensalmente para cobrir quaisquer imprevistos que surjam.

Ao comprar um carro usado pode não conseguir exatamente o carro que deseja. Às vezes é difícil encontrar todos os modelos disponíveis no mercado. Até porque normalmente, nestes casos, o histórico das revisões e os quilómetros são mais valorizados que outras caraterísticas dos carros.

Tomar a Decisão

As decisões cabem sempre ao próprio, mas o importante é que caso não pague a pronto, a prazo consiga pagar o carro até um máximo de três anos.  Deve também pesquisar se o carro que quer comprar está bem cotado no mercado, seja pelo seu valor ou pelas avaliações de entidades independentes, como por exemplo a DECO, que comparam desempenhos de várias marcas.

Se não perceber nada de carros, mas quiser arriscar-se por um em segunda mão, pode sempre pedir o serviço de um mecânico para fazer uma avaliação do automóvel que deseja comprar.

Por fim certifique-se de que optou pelo empréstimo com as condições mais vantajosas, caso decida comprar a prestações.